sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Estou aqui, mas toda partidinha.

Funcionários de férias e patrões a bulir à maluca.

Estou viva, mas sem força nem folego para escrever.

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Café

O café italiano é muito famoso. Têm muitas variedades e muitíssimas formas de o beber.

Eu, que gosto muito de um bom café, estava na expectativa para beber uma chávena de uma coisa absolutamente inesquecível. 
Pois, mas não deu. Todos os cafés que bebi eram maus, e ainda foram uns quantos. Frios, mal tirados, queimados. E caros (de 1€ a 2.5€, por um expresso).
O nosso café é muito bom e pronto. É difícil gostar de café italiano quando se tem café português. 

Optei pelos cappuccinos que eram muito bons. Mas não eram muito quentes e, por isso, tinham que se despachar rapidamente.

Ainda bebi um chocolate quente, mas isso já é outra categoria.

Conclusão brilhante a que cheguei: os italianos têm medo de queimar a língua...


segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Partidas da mente

- Parece que estou de ressaca. 

- Estou cansada e parece que tive duas semanas de férias e que agora custa regressar à rotina.

- Gosto mais de Milão hoje do que gostava ontem.

Milão - parte I

A viagem foi curta, mas ainda tenho muito para contar. Fica um pequeno diário, dividido pelos dias que passaram.

5a feira
O marido levantou-se às 5 da matina e foi trabalhar. Eu acordei o Afonso à hora normal (foi mais ele que me acordou) e deixei-o na creche. Quando cheguei ao trabalho já tinha quase tudo feito. Recados dados aos funcionários, tudo preparado, siga!
Fomos para casa, apanhámos o Afonso depois do almoço e rumámos à capital.

O carro ficou à guarda de um serviço de estacionamento que o aeroporto de lisboa tem, em que um senhor apanha o carro à porta e o leva para o estacionamento. À chegada está à nossa espera. Não é nada caro e é muito conveniente.

O voo foi tranquilo e o Afonso portou-se lindamente, como em toda a viagem.

Do aeroporto de Malpensa apanhámos o autocarro, depois metro e depressa estávamos no hostel.

Foi a primeira vez que fiquei hospedada num hostel. Já dormi em algumas pousadas da juventude em Portugal, mas nunca num hostel.
Depois de pagas as contas começaram a surgir as almofadas. Seguiram-se os lençois, as mantas e, por fim, as toalhas (pagas à parte). Quando olhámos à volta, estávamos enterrados em roupa. Ri tanto, mas tanto, que já estava tudo a rir naquela recepção.
Toca a fazer camas e a dormir, que já eram 2 da manhã de um dia longo e a viagem ainda estava só a começar...

Voltei, voltei

Voltei de lá, ainda ontem estava em Milão e agora já estou cá... (ao ritmo da famosa música popular)

Foi uma boa viagem, muito económica e que valeu a pena.

Vou contar tudinho. Aos poucos.

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Uma para cada um, que é para não discutirem...

O melhor do meu dia

Olhou para a Lua e fez adeus.

Report

A antibiótico (eu e o marido), a trabalhar que nem uma moira (eu e o marido), com as costas arrombadas (eu) e com as malas ainda por tocar (eu e o marido).

Estamos bem encaminhados...


segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Esta semana

Será uma semana atípica, em que tenho que juntar 5 dias em 3. Muito trabalho, portanto.

Fazer malas, esperar que caiba tudo em duas pequenas malas e que não me esqueça de nada. O que sobrar, veste-se...

Isto vai ser giro, vai.

sábado, 7 de dezembro de 2013

Ah, pois é!

A odisseia de uma pizza

Ligámos para a Telepizza às 20.20h e disseram-nos que estaria aqui passados 30 minutos. Passaram 50 minutos, ligámos a saber a que horas pensavam vir. Estava mesmo a chegar.
Passaram mais 20 minutos. Ligámos outra vez. Se não viesse dentro de 5 minutos já não a queriamos. Estava a chegar. E as nossas barrigas a roncar.
Passaram 20 minutos. Ligámos e a pizza foi devolvida porque ligaram ao cliente (nós) e disseram que não tinham pedido nada. Eu expliquei que devia haver um engano. 50% de desconto na próxima encomenda e a pizza vai já, já para aí.
Passaram 20 minutos. Ligámos. Estava mesmo a chegar.
Passaram 15 minutos. Já não queriamos pizza. Era pena que o rapaz já estava mesmo a chegar. Recebíamos até 5 minutos.
Passaram 10 minutos. A pizza chegou.

O marido foi ver se estava fria. Estava gelada e não era a nossa!

Ficou cá, de graça e com muitos pedidos de desculpa.

Pedimos uma pizza de bacon e carne picada às 20.20h e comemos uma pizza de pepperoni às 22.50h.

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

O meu filho foi desenhado por um artista - foto

Coisas chatas e irritantes

Ter que "enfiar" (entre aspas para não pensarem que agredi alguém) na cabeça de uma funcionária que não tem direito a um ano de férias só porque é assídua. 

É um prémio que o funcionário tem por não faltar, certo. 
Mas se me faz falta a trabalhar e merece um prémio por não faltar, esse prémio tinha que ser em dias de descanso? Contra-senso, não? 
"Ora que sou uma mais-valia por estar sempre presente, ora que estou de férias porque não faltei.".
Se tivesse faltado os 3 dias a que tem direito a mais das férias eu pagava menos... Se calhar era melhor ser menos assídua. 3 dias menos assídua.

Contra a violência doméstica

O Pedro Ribeiro da Rádio Comercial foi acusado pela ex-companheira de violência doméstica. Há testemunhas que dizem ter assistido a uma cena de violência por parte do director da conhecida rádio.
Entristecem-me estas notícias, esta percepção de que, pessoas de quem gostamos e apreciamos, podem ser pessoas que cometem um crime tão mesquinho como este.

O marido perguntou-me logo "que rádio vamos começar a ouvir?".

Eu gosto muito da Comercial, dos locutores, mas custa-me sabê-la dirigida por um alegado agressor.

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Eu...

... calço 2 pares de meias todos os dias. No Inverno, claro está.

O meu filho foi desenhado por um artista

Ontem recebi as fotos tiradas na escola. Ele ficou muito sério, com o cabelo despenteado (podiam ter dado um jeitinho), com os olhos vermelhos (não sei se de chorar, se de sono), mas lindo.
Para além das tradicionais fotografias de vários tamanhos, dos postais e do calendário, da fotografia a preto e branco, vinha uma que era um desenho. Apenas os traços grossos do rosto do meu filho. E eu fiquei de boca aberta. 
Sim, sou a mãe e muito suspeita ao dizer que o meu filho é lindo. Mas é. 
Na fotografia não se vêm pormenores, não tem cor, e não foi alterada. Pegaram na fotografia inicial e aplicaram aqueles filtros automáticos. E, automaticamente, realçaram a beleza perfeita do rostinho do meu menino. Parece que foi mesmo desenhado e por um grande artista. Tem a cara perfeita. 

(depois publico a foto para confirmarem a beleza daquela pequena criatura)

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

O melhor do meu dia

Ver o meu nome e o do homem que eu escolhi para companheiro para o resto da vida lado a lado na parte de trás do cartão do cidadão do nosso filho.

Os olhos de um filho vêem o que querem ver

O meu filho aponta para a fotografia da capa de uma revista e diz "mãe".
A pessoa em causa é a Taylor Swift.
E eu sou morena. E tenho os olhos castanhos. E uso brincos de bolinha. E mais uns 8 kg.

Coisas que eu gosto

De abraçar o meu marido e sentir o calor do corpo dele. 
É um aconchego que me acalma e dá carinho. E é gostoso.

Gulosa

Acabei de comer meia tablete de Milka Oreo... à colherada. 

Ficou ao lado do computador, junto à grelha de ventilação e derreteu. 
Podia tê-la deixado solidificar. 
Não podia. Gulosa é o meu nome do meio.

Ah ah ah

Assoei-me e deitei uma ranhoca estranhamente da cor da gema de ovo. Muito estranha mesmo. Tinha acabado de tomar um comprimido novo para a sinusite.
Mostrei-lhe (ai que nojo e tal. Os maridos também servem para partilhar as preocupações das ranhocas). 
Ele: "Isso deve ter sido do comprimido"
Eu: "Tomei-o agora mesmo. Era cor de laranja. E foi pela boca."

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

O melhor do meu dia

Ele hoje adormeceu agarrado ao meu pescoço. Queria mimo da mamã e eu dei, como sempre.

Abraçou-me e adormeceu, respirou fundo e deixou-se ir para o mundo dos sonhos azul-bebé...

Tenho frio, muito frio.

O Pai Natal Chegou!!!

Depois de montar a árvore de Natal e o presépio



Recebi o presente que desejava há muito. Presente do maridão. 


É só em Fevereiro, mas no meu computador já só toca Michael Bublé!

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Finanças

Tive um serviço de finanças a trabalhar só para mim. Mais os que estavam do outro lado do telefone.
Motivo: falta de cruzamento de pagamentos, com direito a coima pesadíssima sobre um imposto já pago...
E porem essa merda a trabalhar como deve ser?

E depois dão-me meia folha como comprovativo de um pagamento. Para pouparem...

Sexta-feira

Toda a gente adora este dia da semana, eu também. Mas sexta-feira final de mês é outra conversa.

Já desembolsei uma pipa de massa para o Estado e hoje ainda vou desembolsar uns milhares de euros (para o Estado).

Que bom, não é?

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Acabei de ler isto:
"Duomo é a maior catedral gótica do mundo e a terceira maior da Europa."

What?!?!

Chegou

Resisti o mais que pude, comi laranjas, fiz-me de rija, abriguei-me, achei que não me apanhava. Enganei-me.

A maldita sinusite chegou acompanhada de uma bela constipação. 
Muitos espirros, ranho às carradas, dores no corpo, nenhuma vontade de me mexer, dor de cabeça e vontade de estar deitadinha.

Quando chegar a casa tomo um banho quentinho, visto o pijama mais quente que tiver e deito-me. 

(Isto seria verdade se não tivesse uma criatura fofinha que só quer a mãe.)

Conversa improvável

Acabei de ter uma longa conversa com um fornecedor acerca de... Sinusite.

Sofremos os dois do mesmo.

Aqui mando eu!

Estar a dirigir uma empresa tem muito que se lhe diga.
Por um lado temos os fornecedores, que nos apertam os prazos e nos cortam o fornecimento mal ultrapassamos uns dias do prazo combinado.
Por outro lado temos os clientes, que esticam a corda ao máximo e que têm que ser tratados nas palminhas das mãos para não os perdermos.

Felizmente, a maioria dos meus clientes é boa pagadora. Cumpre o prazo e paga sem precisar de ser avisada de que está na altura.
Mas tenho um velho que me deixa fora de mim. Compra muito, mas acha que eu trabalho para ele. Paga quando quer e ainda é um favor que me faz... 
Agora quer um contrato de exclusividade da uma região do país. Ainda ponderei dar-lha, traria mais vendas, maior volume de produção e não teria custos de distribuição. Mas o gajo quer ser dono desta merda! Quer ser sócio à força toda e diz a toda a gente que o é! WTF? Aqui não põe ele a mão, que tem custado muito a construir uma empresa estável e o caminho tem sido tortuoso, para agora, que vamos bem encaminhados, vir um velho "roubar-me" tudo. Era o que faltava.

Hoje já o pus no sítio, mas ainda tenho que lhe "cortar as pernas". 

2014 vai ser um ano de colocar os pontos nos is. Ou é à minha maneira ou não é. 
Vá procurar outra empresa para explorar.

Ups!

Eu: Olha, está uma exposição gratuita em Milão de quadros do Raffaello.
Ele: A tartaruga ninja?

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Coisas que eu gosto

Bolacha Maria.

Coisas que eu não gosto

Ter as mãos tão frias que não tenho astúcia para nada. Grrrr...

Bom dia

O dia começou com muitos "olás" do Afonso e uma boa notícia no trabalho.

Vamos ver como acaba...

terça-feira, 26 de novembro de 2013

O melhor do meu dia

Na verdade foi na noite passada, pela madrugada.

Há já algum tempo que estamos a fazer o desmame nocturno ao Afonso, por isso, quando ele acorda "cedo" vai o pai voltar a adormecê-lo.

Esta noite acordou num pranto, queria-me a mim e apontava para a porta do quarto dele.
Eu estava deitada mas tinha o coração apertadinho por o ouvir chorar com tamanha aflição. Levantei-me e fui até à porta do quarto dele.
Ouvi o PAI a acalmá-lo de uma forma tão ternurenta... "olha lá, filho, são os olhinhos, olha aqui a boquinha... encosta ao pai que o pai dá miminhos..."
O bichinho calou-se, encostou-se ao pai e adormeceu com miminhos.

Senti o coração cheio. Confirmei o que sempre soube: dei o melhor pai do mundo ao meu filho!

Milão

Faltam duas semaninhas para me ir pôr ao fresco (literalmente) em Milão.
Viagem paga há muito tempo, estadia reservada e sinal pago, um bilhete para a Última Ceia comprado, alguns locais escolhidos para visitar.

Agora começam as questões logísticas. 
Vou viajar, pela primeira vez, com o Afonso para fora do país. Já fomos tirar o cartão do cidadão (ficou tão lindo na foto), recebi hoje um fato para o frio, que lá está muito mais frio que cá e deve nevar. Mandei vir da La Redoute e estava cheia de medo que fosse grande e depois não tivesse tempo de trocar. Encomendei para 2 anos, que a criatura está crescidinha e não quero comprar coisas à continha que só vista uma vez, como tantas que tem tido.
Parece-me o tamanho ideal e é muito quentinho e leve.



Vamos levar duas malas de mão para os 3! Sim, leram bem, 2 para 3. 
Uma para os pais e uma para o filho. Só levo meia dúzia de fraldas, um pacote de toalhitas, a pomadinha, nenhuma comida, nenhum leite. Serei maluca? Talvez. Mas a ideia é comprar tudo lá. Ele come nos restaurantes connosco sem problema, compramos fraldas e o que precisarmos nos dias em que lá estamos e mama quando quiser (vantagens da amamentação prolongada). Já verifiquei os supermercados e está tudo pensado.

Levamos o carrinho de passeio, uma mantinha, o fatinho e uma mochila. E venha o passeio.

Espero que corra tudo como planeado, mas acredito que não vale a pena complicar. Afinal de contas, são só 3 dias em Milão.

Fotodepilação #2

Vim de lá como entrei, bigoduda.

Amamento e quero engravidar, logo não posso andar nas radiações. 

Para além da desilusão, senti-me estúpida. CLARO que não poderia fazer fotodepilação. Não pensei. Queria ficar com a pele de um bebé e não me lembrei do(s) bebé(s) da minha vida.

Cheguei a casa e a cera é que pagou (ou eu).

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Negociar com velhos é como dar murros na cabeça. 

Fotodepilação

Hoje vou fazer a avaliação de fotodepilação na zona do buço. Se for do meu agrado e dentro do preço comum, venho logo com a primeira sessão feita.

Neste momento sou um marchal, tamanho é a pelagem que aguarda tratamento.

O maravilhoso mundo da maternidade

Costumo passar a ferro no quarto das visitas, mas agora está frio e tenho passado à noite, por isso passo na sala, enquanto vimos televisão. 
Mas como tenho muito medo dos acidentes domésticos e tenho uma criatura que está a descobrir tudo e acha graça a "esticar a corda", ponho-me atrás da grade que protege a lareira (foto). 
Eu, a tábua e ferro, os cestos da roupa e uma mesinha para ir pondo a roupa passada. 

O sacaninha, assim que me vê atrás das grades (literalmente) começa a fazer "au, au". Ladra e ri-se! Chama-me cão!!! Um pirralho com um ano e meio a ofender uma mãe trabalhadora. 



O meu filho disse MÃE!!!

Foi no fim de semana e disse a olhar para mim com um sorriso. Parecia que tinha a palavra guardada para ma mandar e me derreter. 
Disse mãe e deu-me um abraço. Com um sorriso.

O marido diz que ele está apaixonado por mim. Dá-me muitos beijos e muitos abraços, daqueles em que não me deixa largá-lo. Mexe-me no cabelo e faz-me festinhas. E sorri.

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

O melhor do meu dia - 18 Meses

Há 18 meses eramos só nós os 2.

Na cama do lado da janela de um quarto de 3, eramos só os 2 no meio dos outros.
Conhecemo-nos nesse dia. Amei-te desde o momento em que senti o teu corpo quentinho em cima do meu. Chorei ao tocar-te, de dor, de alivio, de amor. Um amor que saiu do meu peito para crescer cá fora.

Passei a noite contigo ao meu colo, a adorar-te, a conhecer-te, a amamentar-te, a cheirar-te. Tu estavas calmo ao meu colo, sei que me amaste desde sempre e te sentiste seguro.

A nossa primeira noite foi mágica.

Há 18 meses o melhor do meu dia foi o melhor da minha vida.

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

À espera...

De uns e-mails tããããão importantes (pagamentos).

Já carreguei um milhão de vezes no Enviar/Receber...

O amor na primeira infância

Hoje chegámos à creche e "salta" de dentro da sala a colega Catarina, colega das manhãs. 
Vem logo com um "Afonxo" fofinho e um sorriso para o amigo.
O Afonso, pouco dado a carinho com as crianças da idade dele, abre muito os braço e dirige-se, com alguma vergonha, a ela. 
Assim, deram um abraço, cheio de ternura. 

Derreti (mais o marido) naquele momento. 
O meu filho relaciona-se com as outras crianças e até sabe dar mimo. É lindo ver aquela migalhinha a crescer.

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

O melhor do meu dia

Ver o meu filho a atirar uma caixa cheia de brinquedos para o chão e a seguir atirar-se de barriga para cima do monte de brinquedos. E rir-se que nem um perdido.

Coisas que eu gosto

De fazer planos.

De viagens, compras, passeios, comidas, fazer as malas. Fazer planos dá-me a sensação de que organizo a minha vida.
E faço listas de tudo.

Este menino dava ou não dava um belo modelo infantil?



Polo Mayoral
Calças H&M
Ténis Timberland

A vista é linda!

Estou"plantada" em frente a uma casa de pneus, daquelas que têm muuuuuitos pneus.

terça-feira, 19 de novembro de 2013

O melhor do meu dia

Fazer uma página de Facebook LINDA para ajudar a minha mãe a vender os trabalhos de costura que faz. 
E que são tão giros... 

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Este menino dava ou não dava um belo modelo infantil?


Sweat-shirt Zara
Calças Zara
Ténis Timberland

Fim de semana

No sábado fui fazer um piquenique num sítio lindo, com água, campo e mesas de pedra.
As crianças correrem muito, mandaram pedras para a água, comeram com vontade e adoraram o dia.
Estava muito frio, o céu estava nublado e ficou a promessa de voltarmos na Primavera.

Passei a noite na casa dos meus pais, comi a comidinha da mamã, reuni com os sócio (marido, irmã e cunhado) para tratar de assuntos importantes da empresa à volta da mesa e passei um belo fim de semana.

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Já rebentei

Estou a sentir pressão de todo o lado. Eu já sabia que o dia ia ser assim. Mas levar com o mau feitio do marido, com acusações e um olhar que me trespassa, deixa-me fora de mim.

É claro que me estou a referir ao trabalho, mas magoa e deixa-me a rebentar. São 10 horas e já estou de lágrimas no rosto.

As coisas correm lindamente, com muitas vendas, mas temos tido um problema com um produto e o marido acusa-me a MIM. Eu não tenho culpa. Gosta de dizer que temos que mudar de fornecedor, temos que fazer melhor, mas não quer aumentar os custos. E sabe que não podemos.. E nós já temos solução para o problema, mas ele não quer saber. Cansa, cansa muito. Já não o posso ouvir, já não posso olhar para ele, que me olha com um olhar matador, de raiva. 

Somos parceiros, melhores amigos, bons colegas de trabalho, amamo-nos muito, mas, quando há um problema, a culpa é SEMPRE minha.

GRrrrrRR...

Hoje é O dia

Não estou a falar do Euromilhões (mas também podia vir).

Hoje tenho que pagar muito dinheiro que não tenho e que estou a tentar "arranjá-lo" junto dos clientes mais atrasados. É uma tarefa complicada e que me deixa em nervoso miudinho.

Hoje também terei (espero eu) a tal resposta importante de um bom potencial cliente.

Figas minha gente, muitas figas...

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Porra!

Trabalhei que nem uma moira nas últimas horas. 

Coisas que eu gosto

De tomar o pequeno-almoço sentada na cama com o meu pequeno bambi ao lado, os dois a comer torradas e a trocar sorrisos.

Coisas que não gosto

Lavar as mãos com água gelada, que me deixa a tremer de frio.

Dia de Fotos

Hoje é dia das esperadas fotos na escola do Afonso. 
As da praxe, todo arranjadinho (espero eu) para oferecer à família e ficar de recordação. 
E a de grupo, para apontarmos para cada uma das crianças e dizermos "este é o Santiago, este é o Zé, olha o Gonçalo, quem é este? deve ser novo, o Martim ficou de chucha"...

A alegria das fotos anuais!

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

O melhor do meu dia

Estar irritada e telefonar à minha irmã, desabafar com ela e acabar a conversa a rir.

Ter numa irmã a melhor amiga é ter uma parte de nós a ouvir-nos, a confortar-nos, a amar-nos como nós a sabemos amar também.

Os primeiros rabiscos

Sinto-me uma verdadeira idiota com a alegria de o ver a... riscar!

Está tão crescido, o meu menino.

Teste

Escrevo este post através do mail para ver se me facilita a vida de blogger.

Outro filho

Quando olho para o Afonso e para o rapazinho em que ele se está a tornar tenho saudades dele bebé. Pequenino, fofinho, totalmente dependente, ainda no início de uma vida tão linda.

Quando estava a tentar engravidar do Afonso sentir uma frustração muito grande, estava preparada para ser mãe, tinha o coração a transbordar de amor para dar a um filho e não o conseguia ter. Quis ser mãe quando me senti mãe. Muito antes de ter um filho.

Agora sinto-me preparada para ter outro filho. Olho para o Afonso e vejo um amor sem explicação, um amor que se sente na garganta, que me faz cerrar os dentes e beijá-lo e todo o instante. Amo-o com todo o meu ser. E sinto que esse amor já transborda, já está grande e maduro o suficiente para ser partilhado por outro ser pequenino, fofinho, totalmente dependente, no início de uma vida linda. 
Olho para o Afonso e penso que ter dois filhos ainda será melhor que ter só um. Não pela quantidade de amor, mas pela partilha desse mesmo amor, que agora é só do Afonso, pela partilha da vida, das gargalhadas, dos mimos, das birras, das noites mal dormidas e das manhãs que começam com beijos, abraços e muitas cocegas.

Já sou mãe de dois filhos no meu coração. Estou preparada.

Negativo

Foi o resultado do teste de gravidez.

Devo ter voltado a funcionar interiormente (que é como quem diz, a ovular) e noto "coisas" estranhas.

terça-feira, 12 de novembro de 2013

O melhor do meu dia

Depois de 10 horas longe do meu menino, subi as dezenas de escadas do prédio (3° andar sem elevador) com um abraço muito apertadinho ao pescoço e muitos beijinhos. Amo.
Tenho umas dorzinhas na barriga que tinha quando estava no início da gravidez.

Hoje faço um teste.


(na semana passada saltei duas pílulas por esquecimento)

IVA

UFA!!!
Vou pagar muito, sim senhor, mas estava à espera de muito mais. 

Vou sobreviver a mais um "terrível" final de trimestre.



(metam IVAs, IRCs, SSs, IRSs e mais o raio, num sítio que eu cá bem sei!)

Uma manhã no Notário

Tenho que me rir.
Estava uma sala cheia de gente à espera e a única funcionária que estava a atender a fazer-se de morta. A colega que estava ao computador é que a chamou à atenção. 

Levou uma boa meia-hora a reconhecer a minha assinatura em dois documentos. Era só fazer um, a partir do modelo que dispõem, e copiar para o outro. Meia-hora! 
Depois de me pedir o dinheiro ainda levou uns 10 minutos (a fazer o recibo). Finalmente levantou-se. Mas voltou atrás. Mais 5 minutos em modo "estou a ir", agarrada ao computador.



Constatação: Os Doutores dos notários têm voz de rádio, são velhos, parecem de porcelana e não têm pressa nenhuma para fazer as coisas.

Bom dia

O dia começou com uma valente birra do filho, com direito a rosnar, dentadas, e muitas lágrimas. Queria dormir e chateou-se muito quando o comecei a despir. 

Eu compreendo meu filho, eu também não teria gostado, mas tem que ser.

Durante a vida vais ouvir vezes sem conta a expressão "tem que ser"...

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Mas porque é que eu não consigo escver decentemente no blog através do telemóvel? )não é o da maçã) re

O melhor do meu dia

O Afonso disse "AUA" ao ver uma fonte que está à entrada da creche, logo de manhãzinha. 

Amei ver a cara de felicidade dele ao perceber que consegue articular palavras. 
Repetiu várias vezes, com a boca bem aberta...


O melhor do meu dia


Começo hoje o exercício proposto pela Catarina.

"No final do dia. antes de fechar os olhos e ceder ao cansaço, fazemos um exercício: 
escolher o melhor do nosso dia.
Fazemos as pazes com o que correu mal, aceitamos as respostas que ainda precisam de tempo, acalmamos os medos e as angústias e guardamos apenas o melhor. 
Podem ser horas de festa ou apenas um instante de silêncio.
"O melhor do meu dia" é uma fotografia feita de letras em que ficamos sempre bem. 
É essa a memória que queremos guardar. 
É a essa a força que queremos para o dia seguinte: adormecer com um sorriso. "


Porque é o momento do dia que fica eternizado e é valorizado (mais um bocadinho) ao contá-lo. 
Vou tentar contar o melhor do meu dia todos os dias.

Começo com o melhor do meu dia de ontem, Domingo, porque me encheu o coração:

Uma festinha muito demorada e sentida que o Afonso me deu antes de adormecer para a sesta.

Ansiedade

Sou uma pessoa prática, que se distancia dos problemas e vê o que significam e como se podem resolver, sem "e se".

Se o problema é no trabalho, dou graças pela família que tenho, pelo trabalho que tenho e pela oportunidade que tenho de fazer coisas. 

EU posso fazer. 
Gosto da sensação de ter uma parte do meu destino nas minhas mãos e de me saber uma lutadora. Sei que posso ser aquilo que quiser (mesmo que demore e que mudo o que quero ser antes de lá chegar, mas a vida vai-nos alterando os objectivos). 

Já dei muitos trambolhões, já desisti, já chorei com o coração tão apertadinho que achava não ser possível ser feliz. Hoje já não é assim.
Já tive a prova que podemos mudar a nossa vida para melhor, mas que isso dá um trabalho do caraças. Leva-nos a enfrentar medos e angustias, a olhar de frente para os nossos fantasmas, a dizer "que se lixe", pior não fica.

Mas sofro, ainda hoje, com a ansiedade do desconhecido. Sofro enquanto não sei quanto é o IVA (pois não sei quanto vou precisar de "arranjar" para o pagar), sofro enquanto não sei quanto é uma multa, uma factura da oficina, o resultado de uma análise, o conteúdo de uma carta, o teor de uma conversa que sei importante. 

O desconhecido deixa-me perdida, sem controlo. Não gosto. 
Gosto de saber os problemas que tenho para definir estratégias para os resolver. Não vou baixar os braços, mas tenho que saber com o que conto.

Orgulho

Neste altura de crise económica, é um orgulho pedir certidões das finanças e da segurança social da empresa e ter "Situação Regularizada" como resposta.

(Razões para sorrir)

Este menino dava ou não dava um belo modelo infantil? #2


Boné Benneton
Sweat-shirt Zara
Calças H&M
Ténis Timberland

Semana díficil

A semana vai terminar com:

  • O último dia de pagamento do IVA, que eu ainda não sei quanto é e estou a tremer que nem varas verdes até receber o e-mail da contabilidade;
  • A derradeira resposta a um negócio que está em namoro há uns bons meses e que iria significar um bom aumento de facturação, mas que não tem muita probabilidade de acontecer;
  • Uma reunião com um cliente que quer ficar com exclusividade numa região e que vai obrigar a contratos e alguma discussão.
Durante esta semana ainda me vou debater com uma série de problemas normais e expectáveis.

Tenho duas hipoteses:
  • Choro que nem uma Madalena e deixo-me levar pelos nervos;
  • Encaro o touro pelos cornos, como sempre fiz, e vou à luta. As coisas hão-de se resolver, melhor ou pior, mas vão.
Embora tenha uma pontinha de vontade de ceder à primeira, opto pela segunda. Como sempre.

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

X

Há umas horas que só tenho um x à frente. Senhores do MEO, temos urgência, que o Afonso vai querer ver o Mickey quando acordar...

O meu marido é um artista


Se calhar devia dizer que foi o Afonso que fez esta obra de arte...

(É um Lama, diz ele. Mas a ideia era ser um cão...)

Este menino dava ou não dava um belo modelo infantil?


Camisa H&M
Calças Zara
Ténis Timberland

Mais 1200€ de arranjos para a puta da carrinha!!!
Filha da mãe!!!

Grrrrr...

Começar o dia com uma funcionária a mandar bocas porque a água não está quente, a ver se eu ouço e lhe dou toda a razão (quando poupo por volta de 300€ só de deixar a caldeira desligada durante a noite) e ir ver o quadro eléctrico e descobrir que ainda não a ligaram, deixa-me fora de mim!

Paguem-me a electricidade que eu até deixo as luzes acessas para elas terem a sala mais quentinha e iluminada de manhã! Porra!

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Mama = Saúde

Na creche do Afonso TODOS os meninos têm estado com um vírus que causa diarreia e vómitos. É mais uma virose que volta e meia aparece e deixa a sala a meio gás. 
Eu e o meu marido estivemos KO com o mesmo vírus.
E o Afonso ainda não o apanhou. 
Não me quero gabar, porque sei que a qualquer momento pode atacar e quero o meu menino longe disso, mas a verdade é que nunca teve diarreia. E está na creche desde os 5 meses. 

Ontem tivemos reunião da creche, para falarmos das actividades e dos comportamentos das criancinhas. Todos os pais se queixaram do maldito. 
Eu perguntei à Educadora se ele tinha tido diarreia na escola, pois em casa não teve nada.
Ela respondeu-me que já tinha comentado que o Afonso é o único que se safa sempre. E depois fez a pergunta "Ele ainda mama, não é?". E eu "sim". Ao que ele respondeu com um "pois, é isso" e um abanar de cabeça que queria dizer "aí está a grande diferença entre o seu filho e os outro meninos. O seu está mais protegido".

Eu sorri e felicitei-me pela decisão de dar o melhor do mundo ao meu filho e de, com 17 meses, ele ser um menino que mama e que não tem diarreia.

Estou mais magra

Emagreci um bom bocado (1kg, vá), nas últimas duas samanas. Nota-se bem na roupa e estou muito confortável comigo assim.

Como consegui?
Estive com um desarranjo intestinal prolongado e deixei de comer Milka Oreo (tirando a metade de tablete que comi há duas noites...).

Engordei 18 kg na gravidez, ficando uma pequena lontra, mas estou agora um bocadinho mais magra do que antes da mesma. 
Achava que tinha "tendência" a engordar, mas agora vejo que não tenho. Que, comendo o que como, sou bastante magra. 

Amamento umas 3/4 vezes por dia, trabalho o dia inteiro e tenho algum trabalho físico (hoje esfreguei chão durante 2 horas. E foi um esfregar de gente grande!). Não me posso esticar nos chocolates e pronto. Fácil! (kidding)

Peso 56kg e gosto. 

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Amigos do Facebook

Estava o marido a ver uma foto de um bebé que nasceu por estes dias, muito fofinho, gordinho e coisinho.

Eu: Que fofinho! Quem é?
Ele: É de um amigo do Facebook.

Ou seja: conhecido a quem o Facebook chama de amigo. Pessoa com quem não se fala ou talvez nunca se tenha falado, amigo de um amigo de um amigo, que não nos aquece nem nos arrefece, mas de quem gostamos de saber as novidades e conhecer os filhos, como se fosse nosso amigo.

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Hoje sonhei com o Manel

Sou uma pessoa de coração, que sofre com todo o coração e é feliz da mesma forma.
Quando quero uma coisa, instala-se em mim o desejo, vivo para ele, sonho com ele.

Hoje sonhei com o Manel.
O Manel é o meu segundo filho. Ou a Matilde. 
Mas no sonho era o Manel. Pequenino, bebé, irmão do Afonso. Estávamos no trabalho, tal como estive com o Afonso. Era confuso e eu não sabia muito bem o que fazia este bebé na minha fábrica. Depois percebi. Era o meu segundo filho. Assim, nascido, a crescer e a andar coladinho a mim como o Afonso andou.

Uma das condições que eu e o marido falámos desde que pensámos mais a sério no segundo filho foi o direito à licença de maternidade. Não tanto por mim, que até acho que deve ser um bocadinho chato passar 4 meses enviada em casa, sozinha com o bebé, mas pelo bebé. O Afonso nasceu em Maio e veio para o trabalho comigo em Julho. Ainda não tinha 2 meses. Não tínhamos alternativa e foi o mal menor.
Estava bom tempo, dias de Verão, roupa fresca, sol lá fora. Trabalhei muitas horas de pé, a fazer trabalho de fábrica, com ele no sling. As minhas costas queixam-se disso mesmo. A espreguiçadeira era a minha maior aliada e ele era pequeno e tinha paciência. Foi sempre calmo e pouco chorão. Estava comigo a 100%. Mamava de 2 em 2 horas, tinha o colinho que precisava e eu trabalhava o que podia. Mas eu tinha que estar aqui. Estávamos em grande mudança e era fundamental a minha presença.

Agora já não é. Sei que sou um dos motores desta empresa, mas o marido é outro. Já temos o trabalho afinado e vou orientar à distância. 
Contrataremos outra pessoa para me substituir (em algumas tarefas) e esperamos que os 4 meses passem como passam agora, a correr. (Já passou o Verão?)


Tenho vontade de começar a tentar engravidar JÁ!!!

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Outro Filho

Já decidimos. A partir da Janeiro, está aberta a época da gravidez.

Queremos muito ter outro filho e não queremos esperar mais por isto ou por aquilo. Acaba a pílula e o amor passa a não ter preocupações. 
Se for como o Afonso, lá para 2015 está feito, se for mais rápido, melhor.

Ai, que tenho a barriga às voltas com nervoso miudinho...


Esperemos que não volte a engordar 18 kg e a parecer uma porca parideira a partir do 7º mês...

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Mas está tudo parvo?!?

Natal???
Hoje é dia 1 de Novembro e só ouço falar em Natal. Na rádio, na televisão. Já para não falar nos canais de bonecada que se vêm lá por casa e que só mostram Nenucos, Playmobil e outros brinquedos maravilhosos para comprarmos às criancinhas que só pensam no Natal e nos presentes que vão receber.

Até ao Natal ainda temos que dar muito ao cabedal, ainda faltam muitos dias, muitas horas, de trabalho, de lazer, de vida. Se me ponho já a pensar no Natal não faço mais nada.

O Natal só pode ser falado a partir de dia 1 de Dezembro. Mês de Natal, dia de montar a árvore e de começar a cantarolar as musiquinhas da praxe. Até lá estamos só em Novembro. Ponto.

Cão Azul

Já tinha pensado várias vezes em encomendar t-shirts no Cão Azul (a marca que veste muitas vezes o Nuno Markl), mas nunca tinha chegado a vias de facto. Acho que são um bom presente por serem personalizáveis e muito giras.
Foi agora.

O meu cunhado faz anos e mandei vir uma t-shirt  com o desenho que está em baixo. Foi rápido (2 dias), barata (com os portes ficou em 18.90€) e a t-shirt é de qualidade. 

Ele faz btt nas horas vagas e gostas destas coisas, por isso, acho que acertei no presente.



No dia do Pai, mandei fazer esta numa Gráfica e até ficou gira, mas a qualidade é muito inferior. O desenho foi feito pelo Afonso na escolinha (são as mãozinhas dele) e tem o nome dele no cantinho. 


O Cão Azul também personaliza com o desenho que quisermos. 
Eu fiquei fã!

(este post não é patrocinado, que este blog não tem categoria para isso...)

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Diz que é virose

Deitou-me abaixo com desarranjos vários e já está a deitar o marido também. 

Esperemos que o Afonso seja poupado, que isto é uma merda.

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Maldita Sinusite

Está um dia gelado frio e está um vento gelado. Condições ideais para a porra da sinusite atacar em força. 

O nariz dói, dói a cabeça e já me custa a abrir os olhos.

Porra!!!

Chegou o frio

E eu sou pessoa que sofre de frio. 

Tenho frio nos pés, tenho frio nas mãos, tenho frio nas pernas, já tenho tido frieiras (horrível), tenho má circulação (especialmente com o frio), tremo e bato o dente se sinto frio. Assim, o expoente máximo de uma pessoa que sofre de frio agudo.

(Tenho saudades dos calores da gravidez)

Quando está frio desejo em banho quente e um pijama quentinho.
Desejo casacos quentinhos, luvas, gorros, tudo o que tape e aqueça. 
Quando estou parada, tenho que ter um aquecedor nos pés. 

Ainda não vesti nenhum casaco este ano. Ainda não tinha feito falta.
Mas hoje só penso em casacos e botas, em meias de lã.

Em casa tenho este menino a estrear (mas não vai ser para vir trabalhar).
É muito giro e bem quentinho. Não é muito comprido e não me faz parecer uma meia-leca.


sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Parece que estamos a trabalhar às 3 da manhã. 

Só as luzes nos iluminam, as janelas estão escuras, paira um silêncio nocturno e o sono vê-se em cada cara. 

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Afinal faz-me a 39€. 
8h a 39€? 

I'm out!

Zumba

Ontem foi dia de experimentar uma aula de Zumba. 

Aquilo foi feito para mim!

Cheia de ritmo, muita dança, saltos, animação, transpiração e sensação de que estive uma hora a fazer qualquer coisa de jeito. As coreografias apanham-se bem, mas têm a sua dificuldade.

O problema é o preço. Como as aulas são num ginásio, cobram a mensalidade em livre trânsito, mesmo se só for a uma ou duas aulas. 
50 euros por duas horas por semana, 8 horas por mês? WTF?

Fiquei de falar com o patrão (foi o que a rapariga da recepção me disse para fazer) e saber os preços com ele. Estou disposta a dar até 30€. Se não der, voltamos às corridas (ui!).

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Porque, também, é dela que se fala hoje

Acho-a bonita, jovial, elegante, normal.

Não a acho parecida à Diana e ainda bem. 
Parece-me que é bem resolvida e que ama o marido e a vida de mãe. 

Parece-me uma de nós.





Acabei de despachar uma tablete de Milka Oreo inteirinha.

Gorda!

Entaladinho

A quarta-feira é conhecida, por estas bandas (dentro da minha empresa), como Entaladinho.
Fica ali no meio, não é princípio nem fim da semana, custa a passar e tem direito a alcunha.

Tomara já que passe o Entaladinho!

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Tenho que trocar os sapatos por uma botas, que já não dá para fingir que estamos num outono com temperaturas e sol de Primavera.

Arrumação da trapagem

Por trapagem digo roupa.

No fim de semana pus mãos à obra e dei volta a tudo (quase). Passei e arrumei a roupa toda, mudei a localização e a disposição da mesma.

  • Calças deitadinhas no roupeiro, em pilha, as do marido de um lado e as minhas de outro.
  • Camisas todas penduradas em cabides, uma a uma, para chegar, ver o que tenho e não desarrumar a "vizinha".
  • Camisolas nas gavetas da cómoda, separadas por categorias: camisolas de vestir por baixo (alças e assim) e t-shirts, camisas e túnicas menos finas (e que se enrolam menos), camisolas de meia estação, camisolas mais grossas e casaquinhos.
  • Roupa de andar por casa ou de desporto numa caixa de plástico com etiqueta, pijamas noutra.
Ficou tudo muito lindo e muito mais funcional. Agora sei o que tenho no roupeiro e o que preciso.

Tenho um saco cheio de roupa para deitar fora e um cheio de roupa para dar.
Ainda levava outra volta, mas quero ver o que visto da roupa de Inverno antes de a pôr fora de casa.


São 8 e tal da manhã e parece de noite. Chove a cântaros. Está frio e eu tenho sono.

És tu, Inverno?

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

17 meses

A minha cagaita já tem 17 meses. 
Corre como um doido, fez asneiras com intenção, zanga-se, ri feito maluquinho, é cúmplice, traz-nos o que lhe pedimos, conversa numa língua que ninguém percebe, aprendeu a dar gritinhos estéricos que nos fazem rir à gargalhada (e a ele também). 

O meu bebé é agora um menino lindo. Amo-o com todo o coração.

O meu nome é Ana

Este blog é importante para mim. Como diz o nome, precisava de ter uma forma de me expressar, de desabafar, de ter o meu espaço quando o criei.
O blog trouxe-me a possibilidade de dizer aquilo que me apetece, de contar o que me vai na alma. E, às vezes, não vai nada...

Durante o dia penso em muita coisa que aqui gostava de escrever, mas não o escrevo. São coisas banais, sem grande sentimento. 

Se for "espremer" a minha vida, chego a uma vida feliz, com as mesmas preocupações todos os dias, com o coração preenchido (ao contrário de como o tinha quando criei o blog e não conseguia realizar o sonho de ser mãe), sem grandes teorias ou pensamentos que possam interessar a alguém. 

Tenho pena. 
Gostava de vos encher de coisas fantásticas, gostava que tivessem vontade de abrir o meu blog só para verem as novidades. Gostava que pensassem na "Happy" como alguém importante no vosso dia, porque vos fez rir, ou chorar, ou vos deu uma boa ideia ou uma novidade. Não consigo. Sou apenas mais uma mulher, sem uma boa máquina fotográfica e sem ideias. 

Sou a Ana.

"Happy", nome que usei por ser a minha ambição. Queria ser Happy. Hoje sinto-me feliz, com altos e baixos, mas com uma vida boa. 
E hoje, como há 28 anos, chamo-me Ana. E vou mostrar-vos mais o dia a dia de mais uma mulher como vós.

Muito gosto!
Começar a semana com um desarranjo intestinal grave é F*****!