terça-feira, 12 de novembro de 2013

Uma manhã no Notário

Tenho que me rir.
Estava uma sala cheia de gente à espera e a única funcionária que estava a atender a fazer-se de morta. A colega que estava ao computador é que a chamou à atenção. 

Levou uma boa meia-hora a reconhecer a minha assinatura em dois documentos. Era só fazer um, a partir do modelo que dispõem, e copiar para o outro. Meia-hora! 
Depois de me pedir o dinheiro ainda levou uns 10 minutos (a fazer o recibo). Finalmente levantou-se. Mas voltou atrás. Mais 5 minutos em modo "estou a ir", agarrada ao computador.



Constatação: Os Doutores dos notários têm voz de rádio, são velhos, parecem de porcelana e não têm pressa nenhuma para fazer as coisas.

2 comentários:

M♥M disse...

Ahahahah ;o) Ele há com cada um/a...

Ana disse...

Nos serviços públicos, é só olhar à volta, que há sempre algum/a deste tipo. Infelizmente.