terça-feira, 22 de abril de 2014

Morreu

Esta manhã morreu a avó do meu marido. Uma das pessoas que eu mais gostava da família que ganhei. Era um bocadinho minha avó também. Era parecida à minha avó.

Estava a sofrer e não iria recuperar totalmente.

Estou à porta da morge, em frente a um viúvo perdido, morto.
Vão ser dias longos, sem sentido, sem parar as lágrimas que teimam a correr por baixo dos óculos de sol.

3 comentários:

Magda E. disse...

Muita força nesta hora Ana! Um beijinho

M♥M Susana disse...

Os meus sentidos pêsames para a família...
Beijinho

Ana disse...

Obrigada!