domingo, 11 de setembro de 2011

11 de Setembro

Lembro-me desse dia como de uma qualquer data importante na minha vida. Tinha 15 anos e estava ainda de férias escolares a gastar os últimos cartuxos. Levantei-me por volta da uma da tarde e fiquei parada em frente à televisão de boca aberta. Apenas um dos aviões tinha embatido na primeira torre. Na televisão discutiam-se hipoteses das causas do "acidente", discutia-se se seria mesmo um, até que o impensável aconteceu. Em directo vi o segundo avião a aproximar-se da outra torre, chocada, pensei que era a pior coisa que alguma vez veria. Enganei-me. Passados poucos minutos vi as imagens mais duras e terríveis alguma vez exibidas. Vi duas torres, cada uma de sua vez, a desmoronarem-se e a matarem milhares de pessoas. Vi a nuvem de pó a devastar as vidas daquele país. Vi o Pentágono em chamas. Senti um murro no estômago e tive a certeza de que acabara de assistir ao acontecimento que mudaria o mundo.
Passaram 10 anos.
Vi hoje uma criança a falar ao pai, bombeiro, que não chegou a comecer por muito pouco, pois só nasceu a 6 de Outubro.


1 comentário:

achibi.design disse...

Também me lembro como se fosse hoje! Tinha 17 anos, quase 18 e estava a estagiar! Na altura não reconheci logo o que eram as torres, mas depois de ser elucidada por uma colega, passamos a manhã em pulgas por saber de mais noticias! Não tinhamos tv e o pouco que sabíamos era pela net!

Já agora gostava de ser tua amiga no facebook. Deixo aqui o meu email caso queiras me adicionar.
achibi.design@gmail.com