quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Amor

O amor por um filho nasce com ele, mas cresce devagar, ao ritmo do bebé que nos habita o colo.
Cada minuto que passa amo mais o meu bebé, o meu Manel. Cada sorriso arrebata mais um espacinho no meu coração, por mais que acreditasse não haver espaço para mais.
O coração de mãe cresce todos os dias, tal como o bebé que nos habita o colo. O amor multiplica-se vezes sem conta, chega a deixar-nos sem ar.
Olho para ele e o amor faz-me explodir. Correm-me as lágrimas que já me haviam corrido uma vez, quando fui arrebatada por este mesmo amor, o amor de mãe.

5 comentários:

celine disse...

É mesmo..sempre a crescer :)
Bjs

M♥M Susana disse...

Que riqueza ;o) os sorrissos deles são TUDO ;o)

Magda E. disse...

E o Manel é tão mas tão lindo!!!!

sandra disse...

É um amor incondicional :)

Ana disse...

Obrigada!